Bem-vindo: 21 Set 2021, 22:48



Todos os horários são GMT - 3 horas




Criar novo tópico Responder  [ 1 mensagem ] 
Autor Mensagem
 Título: Calcio e Reserva Alcalina
MensagemEnviado: 26 Jan 2021, 02:17 
Offline
Citar mensagem
Holacanthus clarionensis
Holacanthus clarionensis

Registrado em: 26 Jun 2009, 21:18
Mensagens: 137
Localização: Belém
Curtiu: 0 vez
Recebeu Curtir: 2 vezes
Apelido: Leozinho
Cálcio e Reserva Alcalina

Alexandre Góes


O cálcio e a reserva alcalina são de extrema importância num Reef, pois deles depende a taxa de crescimento dos corais e a estabilidade do pH do aquário. A reserva alcalina é formada por um conjunto de íons, sendo que a grande maioria é composta de carbonatos, bicarbonatos e ácido carbônico, que nada mais é do que gás carbônico dissolvido na água do aquário.

Existem também, em menor quantidade, compostos utilizando o boro ou o fósforo no sistema tamponador, e é a quantidade de todos esses íons que a reserva alcalina representa. Ela funciona da seguinte forma: A acidez da água é representada pelo número de íons hidrogênio (H+) livres na solução. Quanto mais íons, mais ácida a água.

O sistema de tamponamento funciona capturando ou liberando esses íons. Podemos manter a solução estável em qualquer pH que desejarmos, pois o pH de equilíbrio é dado pelas proporções entre carbonatos, bicarbonatos e ácido carbônico. Além dessa importante função (manter o pH estável), a reserva alcalina tem ainda uma outra função nos Reefs, juntamente com o cálcio (Ca).

Ela é utilizada pelos corais na formação de seus esqueletos, que são compostos de carbonato de cálcio (CaCO3). Assim, há um constante consumo de Ca e RA (reserva alcalina) no aquário e temos que, de alguma forma, adicioná-los com bastante freqüência. No mar encontramos valores próximos de 400 mg/l (miligramas por litro) de Ca e 2,0 mEq/l (miliequivalentes por litro) de RA. Em Reefs, o ideal é tê-los um pouco acima disso.

A RA também é comumente medida em dKH. Para converter de mEq/l para dkH basta multiplicar por 2,8. No processo de calcificação dos corais eles consomem 1,0 mEq de Ra a cada 20mg de Ca.

Assim sendo, um aquário equilibrado em relação ao Ca e a RA precisa satisfazer a seguinte equação: [Ca] = 20 x [RA] + 360 Por exemplo, se alguém tem 350 mg/l de Ca e 1,7 mEq/l, ele está com os dois valores abaixo do ideal.

Mas como resolver esse problema ? Primeiro devemos verificar se há ou não equilíbrio, para que possamos saber que medidas devem ser tomadas. Nesse exemplo teríamos:

350 = 20 x 1,7 + 360

350 = 394

Claro que não estão em equilíbrio.

O melhor a fazer nesse caso seria subir o nível do Ca para 394 mg/l e assim tornar a equação verdadeira. Para subir o nível de Ca do aquário, sem alterar a RA, só precisamos adicionar Cloreto de Cálcio (CaCl2).

Ele é bastante concentrado e pode ser encontrado facilmente em distribuidoras de produtos químicos e também em vários produtos próprios para aquários, que só adicionem cálcio.

Inversamente, se tivéssemos um aquário c/ 420 mg/l de Ca e 1,5 mEq/l de RA teríamos:

420 = 20 x 1,5 + 360

420 = 390

Agora temos uma Ra muito baixa e devemos aumentá-la utilizando-se, preferencialmente, de tamponadores próprios para aquários marinhos, que contém carbonatos e bicarbonatos, assim como os outros íons que existem em menor quantidade, na proporção correta.

Depois de equilibrados os níveis de cálcio e a reserva alcalina, através de adição de cloreto de cálcio ou de tamponadores, conforme o caso, como mantê-los altos ? Existem diversos métodos, porém os mais utilizados são a adição de Kalkwasser, de suplementos conjugados de Ca e RA ou o uso de reatores de Ca. Todos estes métodos suprem Ca e RA para o aquário na proporção exata que são consumidos pelos corais, não causando desequilíbrio entre eles. Kalkwasser O Kalkwasser (do alemão, "água calcária") é simplesmente uma solução saturada de Hidróxido de Cálcio (Ca(OH)2). Para fazer kalkwasser bastar misturar Ca(OH)2 na água de reposição, na proporção de, aproximadamente, 2g por litro. Esta mistura deve ser feita de modo a haver a menor aeração possível pois, havendo troca gasosa do kalkwasser com a atmosfera, o Ca(OH)2 se combina com o gás carbônico (CO2) do ar formando carbonato de cálcio (CaCO3), que precipita, diminuindo a quantidade de cálcio no kalkwasser. O carbonato de cálcio aparece na forma de pequenos flocos brancos, no fundo do recipiente, e não deve ser adicionado ao aquário.

O kalkwasser, ao ser adicionado no aquário, precisa de gás carbônico para reagir. Por este motivo, devemos adicioná-lo bem lentamente, para que haja tempo do gás carbônico, que estiver sendo consumido nesse processo, ser reposto. As principais fontes de CO2 são a atmosfera e também a respiração dos animais e plantas. A melhor forma de adicionar kalk (kalkwasser) é deixá-lo pingando, logo antes do ponto de captação da água que vai para o skimmer. Assim ele logo entra numa área de alta troca gasosa, para receber todo o CO2 que necessita da própria atmosfera. Além disso tudo, o kalkwasser, por ter um pH muito alto, ainda aumenta a eficiência do skimmer, tornando a espuma produzida por ele mais densa e consistente. O kalk, ainda, quando está sendo preparado, remove uma quantia substancial de fosfato da água, que se precipita juntamente com o carbonato de cálcio.

A remoção do fosfato é excelente, já que ele promove o crescimento de algas indesejáveis no aquário. Outra dica é adicionar kalk preferencialmente í noite, quando não há consumo de CO2 pelas algas do aquário, havendo, então, mais oferta desse gás. O kalk dosado í noite serve também para equilibrar o pH, que sempre tende a cair nesse período, justamente devido ao acúmulo de CO2 já mencionado. O grande perigo do kalk é adicioná-lo muito rapidamente, sem que haja CO2 suficiente para a sua reação completa. Não havendo CO2, o kalk reage com os bicarbonatos do aquário e, além de removê-los, ainda forma carbonato de cálcio, o que deve ser evitado. O kalkwasser pronto pode ser guardado por um tempo indefinido, desde que esteja num recipiente lacrado. Num recipiente aberto, onde haja troca gasosa e, consequentemente, entrada de CO2, ele aos poucos vai perdendo sua eficiência, e deve, nesse caso, ser utilizado no máximo em 2 ou 3 dias.

Aquários grandes, com pequenas taxas de evaporação e grandes taxas de calcificação podem ter um certo problema com o uso do kalkwasser. Nesses casos, pode-se adicionar até o dobro da quantidade de Ca(OH)2 í água de reposição e dosá-la, gota í gota, imediatamente, sempre numa área de alta aeração. Esse kalk supersaturado perde sua eficiência em algumas horas, pois todo o hidróxido de cálcio colocado a mais se precipita rapidamente, transformando-o em kalkwasser comum. É comum, inclusive, a instalação de pequenos ventiladores direcionados para a água do aquário a fim de aumentar a taxa de evaporação e, como conseqüência, a de kalkwasser que pode ser adicionada diariamente.

Esses ventiladores ainda apresentam a vantagem de baixar a temperatura do aquário, muitas vezes substituindo até mesmo o uso de refrigerador. Suplementos Conjugados de Ca e RA Suplementos conjugados de Ca e RA nada mais são do que produtos que contém cloreto de cálcio (para aumentar o cálcio) e tamponadores (para aumentar a reserva alcalina), na proporção correta para que ambos subam equilibradamente. Eles devem também ser adicionados em locais do aquário com boa circulação.

Já que não precisam de uma fonte de CO2, como o kalkwasser, podem (e devem) ser dosados diretamente, sem que sejam misturados na água de reposição. Em aquários que não conseguem manter-se apenas com kalkwasser, esses suplementos são uma opção viável, apesar de aquários com essa característica serem muito incomuns aqui no Brasil. Estes suplementos, apesar de conseguirem adicionar muito mais cálcio e tamponadores que o kalkwasser, possuem um grande inconveniente. Eles deixam resíduos, o que não ocorre com o uso do kalk.

O íon de cloro, que sobra do cloreto de cálcio, e o íon de sódio, que sobra dos tamponadores (pois eles são, em sua maioria, bicarbonato de sódio), se combinam formando cloreto de sódio, que nada mais é do que sal comum. Esse sal, que vai se acumulando, aumenta a densidade da água do aquário consideravelmente. Para corrigir isso o aquarista normalmente retira um pouco da água do aquário e a repõe com água doce, diminuindo a densidade. Infelizmente ele se esquece que essa água retirada contém ainda vários outros íons indispensáveis para a vida marinha, que não estão sendo repostos.

Com o passar do tempo, cada vez mais a água do aquário se torna apenas água doce com cloreto de sódio. Resolver esse problema é impossível. Para atenuá-lo, a única forma viável é através de trocas de água mais freqüentes, removendo essa água pobre em elementos traços e adicionando água marinha completa, quer seja sintética ou natural. Por este motivo, aquários mantidos com kalkwasser necessitam muito menos de trocas parciais do que aquários mantidos com suplementos conjugados, já que não há, naqueles, nenhum composto que se acumule com o passar do tempo. Reatores de Cálcio Os reatores de cálcio funcionam de modo bastante simples.

Neles, há uma bomba que faz a água do aquário circular por um substrato de carbonato de cálcio. Antes da água entrar nesse recipiente, ela tem seu pH bastante diminuído, mediante um sistema de injeção de CO2. Sob pHs muito baixos (próximos í 6,5), o carbonato de cálcio se dissolve, adicionando, então, cálcio e tamponadores ao aquário. A vazão da água que entra (ou sai) do reator de cálcio é pequena, na faixa de alguns litros por hora, mas a água que circula internamente geralmente atinge centenas de litros por hora. Devido í essa pequena vazão e ao alto valor de reserva alcalina na água que sai do reator, ela rapidamente volta ao pH normal do aquário, não causando problemas.

Os reatores de cálcio são uma opção muito melhor do que o uso de suplementos conjugados em casos onde não se consiga manter o cálcio e a reserva alcalina apenas com kalkwasser, pois, como esse último, não deixam resíduo algum. Sua grande vantagem é a baixa manutenção. Ao invés de ter que fazer kalkwasser várias vezes por semana, o reator apenas necessita da recarga da garrafa de CO2 e a reposição do substrato de carbonato de cálcio.

Ambos duram normalmente vários meses. Toda essa mordomia tem um preço. Os reatores de cálcio tem um custo inicial bem elevado e podem causar sérios estragos em caso de acidente, como problemas na válvula de injeção do CO2. A qualidade do substrato é outra questão. Se ele contiver fosfato ou outros elementos indesejáveis, eles serão adicionados, juntamente como cálcio e os tamponadores. Resumindo, manter um nível excelente de cálcio e reserva alcalina é muito fácil: Meça o Ca e a reserva alcalina Substitua-os na equação: [Ca] = 20 x [RA] + 360 Se o Ca estiver baixo, use CaCl2 até a equação se tornar verdadeira Se a RA estiver baixa, use tamponadores com o mesmo fim Depois de equilibrados dose a solução de Ca(OH)2 (kalkwasser), lentamente.

Se mesmo assim, tanto o Ca quanto a RA continuarem descendo, use suplementos conjugados (e prepare-se para trocas parciais mais freqüentes) ou adquira um reator de cálcio.

_________________
Imagem


Voltar ao topo
 Perfil  
 
Exibir mensagens anteriores:  Ordenar por  
Criar novo tópico Responder  [ 1 mensagem ] 

Todos os horários são GMT - 3 horas


Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes


Enviar mensagens: Proibido
Responder mensagens: Proibido
Editar mensagens: Proibido
Excluir mensagens: Proibido
Enviar anexos: Proibido

Tópicos Similares

Vendo reator de Cálcio bubble magus , cilindro e válvula Fórum: Classificado Geral Autor: Leandro Marinho Respostas: 0
Compro reator de cálcio Buble magus cr100 Fórum: Classificado Geral Autor: matheus riopardo Respostas: 0
Como posso baixar o cálcio? Fórum: Aquário Marinho Iniciante Autor: msojunior Respostas: 3
Balling Magnesio Pa + Cloreto Calcio Pa + Bicarbonato Pa Fórum: Aquário Marinho Geral Autor: Alexandro Dumke Maciel Respostas: 9
Compro reator de cálcio Fórum: Classificado Geral Autor: matheus riopardo Respostas: 0
Ir para:  




Powered by phpBB © 2008 phpBB Group | Traduzido por: Suporte phpBB
subSilver+ theme by Canver Software, sponsor Sanal Modifiye

Modificado por Micael Borin Martins